Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Varios’ Category

Com dois dias de duração a prova figueirense vai passar por pontos emblemáticos dos percursos locais, como a Murtinheira (Casa dos Cogumelos) ou queda de água perto da Vila de Quiaios.

Em qualquer um dos dias de prova os pilotos vão enfrentar um percurso com 40 quilómetros de perímetro, com as categorias a cumprirem o mesmo por quatro vezes e lutar contra o cronómetro nas três especiais desenhadas para o efeito, com passagem por cada uma delas em cada volta. As restantes categorias enfrentam menos uma passagem pelo percurso, sendo que o primeiro concorrente parte do Forte de Santa Catarina pelas 13 horas de Sábado, sendo a ordem de saída dada três horas mais cedo (10 horas) no dia seguinte.

A etapa da Figueira da Foz, a penúltima do campeonato, será mais uma ronda onde o duelo entre Gonçalo Reis e Paulo Felícia será ponto de interesse máximo, já que ambos os pilotos chegam ás margens do Mondego com apenas 11 pontos entre eles, com vantagem ainda para Reis face a Felícia.

A prova conta ainda para os sempre concorridos e animados troféus Husqvarna e KTM, com a casa italiana a regressar ao Nacional de Enduro depois da ausência em Vale de Cambra. Com as condições meteorológicas a prometerem condições ideais para a evolução dos pilotos em alguns dos percursos mais conhecidos do nosso pais, o Enduro da Figueira da Foz dá início à derradeira e decisiva fase do campeonato. Faltam apenas mais quatro pontuações para decidir o campeão 2010 e duas delas são discutidas já este fim-de-semana numa das melhores regiões do país para a prática da modalidade, a Figueira da Foz.

Rui Belmonte – tudosobrerodas.pt

Read Full Post »

Nascido no Alqueidão a 13-11-1923, o Eng. José Jordão foi um marco na história da Figueira da Foz. Deixa-nos hoje, aos 86 anos de idade.

As cerimónias fúnebres decorrerão amanhã, tendo início na Figueira da Foz, por volta das 16 horas, na Igreja de Sto. António, seguindo para o Cemitério do Alqueidão, com chegada prevista para as 17 horas.
Dia 1 de Abril é dia de luto municipal, em sua honra.

À sua família e amigos os nossos sentimentos de pesar.

Licenciado em Silvicultura, exerceu diversas funções ao longo da sua carreira na função pública, mas ficou mais conhecido pelo seu desempenho à frente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, da qual foi Presidente de 1961 a 1970.

 

Foto de Aníbal José de Sousa e Matos - Blogue: anibaljosedematos.blogspot.com

Na edição de 27 de Outubro de 2006, de O Figueirense, pode conhecer um pouco mais sobre Eng. José Coelho Jordão.Transcrevemos aqui apenas alguns excertos desse artigo.

A ele [Eng. José Jordão] devem-se vários projectos que “abriram” a cidade à população e melhoram a qualidade de vida local, caso das construções das Abadias, da Avenida 25 de Abril e do Museu Municipal. A ele e ao executivo que liderava pertencem ainda os processos da vinda para a Figueira da Foz da fábrica da Celbi e de muitas outras empresas de assinalável porte.

Como tudo começou 

Em Outubro de 1960 Pedrosa Veríssimo era presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz. Era seu vereador, então com 37 anos de idade, José Coelho Jordão.
Com a demissão de Pedrosa Verísimo, Coelho Jordão em Outubro desse ano foi designado para assegurar a presidência da autarquia figueirense. “Mas disse claramente que não queria ser presidente, que era apenas uma situação temporária”, recorda a O Figueirense Coelho Jordão.

Ler artigo completo.

Outros artigos

http://opinioesdistoedaquilo.blogspot.com/2010/04/faleceu-o-eng-coelho-jordao-luto.html

http://www.diariocoimbra.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=6815&Itemid=135

Read Full Post »

“Bordadocampo.com” aderiu a esta iniciativa de Limpar Portugal dia 20 de Março. Junte-se a nós e vamos tornar a nossa terra mais bonita e sem lixo.

Ponto de encontro é em frente à Junta de Freguesia da Borda do Campo, pelas 14.30h.

Está confirmada a presença do sr. presidente da junta com um veículo para o transporte do lixo recolhido.

É conveniente levar e utilizar luvas.

Vem e traz um amigo.

Apresentamos fotos de alguns locais que vamos limpar no próximo sábado.

Para ver mais, clique nesta foto:

http://www.limparportugal.org/
http://limparportugal.ning.com/group/limparfigueira

Uma mensagem de Chuva Vasco para todos os membros de FDF – Figueira da Foz em LimparPortugal!

Caríssimos Voluntários,

seguem abaixo os locais bem assim como as horas de encontro para amanhã dia 20 de Março.

PLP Figueira
A Coordenação de Comunicação

Alhadas – Junta de Freguesia: 08:00
Alqueidão – Junta de Freguesia: 09:00
Bom Sucesso – Junta de Freguesia: 08:30
Borda do Campo – Junta de Freguesia: 14:30
Brenha – Junta de Freguesia: 08:00
Buarcos – Em frente ao centro de Saúde: 09:00
Ferreira-a-Nova – Junta de Freguesia: 08:30
Lavos – Junta de Freguesia: 08:00
Maiorca – Largo da feira velha: 09:00
Marinha das Ondas – Nas varias localidades: 08:00
Moinhos da Gândara – Junta de Freguesia: 09:00
Paião – Junta de Freguesia: 09:00
Quiaios – Mercado: 08:45
Santana – Junta de Freguesia: 09:00
S. Julião – Praça Europa: 09:00
S. Pedro – Parque de Merendas: 09:30
Tavarede – Junta de Freguesia: 09:00
Vila Verde – Junta de Freguesia: 08:45

Visite FDF – Figueira da Foz em:
http://limparportugal.ning.com/groups/group/show?id=3644063%3AGroup%3A2515&xg_source=msg_mes_group

Read Full Post »

Vasco Garcia

Montemor-o-Velho – Tenda no Largo da Feira
Oferta renovada com novos atractivos
 
Começa hoje mais uma edição do Festival do Arroz e da Lampreia de Montemor-o-Velho. Até dia 14, estes dois produtos, representantes maiores do concelho, estarão em destaque e prometem levar milhares de pessoas à vila do Baixo Mondego.

Artigo completo em:

http://www.asbeiras.pt/?area=coimbra&numero=80900&ed=05032010

Read Full Post »

O território que é hoje a freguesia da Borda do Campo pertenceu ao concelho de Montemor-o-Velho até 1771 [1]. Por conseguinte, a nossa história está ligada à desse concelho.

Montemor-o-Velho a Caminho da Corte e das Cortes” é a mais recente edição da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, resultado do trabalho de investigação da Prof. Doutora Maria Helena da Cruz Coelho, cujo lançamento decorreu hoje. Na sinopse é afirmado que esta é uma obra que pelas fontes, imagens e texto nos revela o tecido sociopolítico desta vila em tempos medievais e a animada vida relacional de labuta diária, de feira e festa, de ordem ou conflito, dos homens e mulheres que lhe deram corpo e alma.
 

[1] data em que José I criou a comarca da Figueira da Foz. Entre outras povoações, Paião e Lavos foram desmembrados do concelho de Montemor-o-Velho, ao qual pertenciam até essa data.

Read Full Post »

Os Reis Magos

Vieram do Oriente, guiados por uma estrela, para adorar o Deus Menino, em Belém (Mateus 2, 1-12).
A designação “Mago” era dada, entre os Orientais, à classe dos sábios ou eruditos, contudo esta palavra também era usada para designar os astrólogo. Isto fez com que, inicialmente, se pensasse que estes magos eram sábios astrólogos, membros da classe sacerdotal de alguns povos orientais, como os caldeus, os persas e os medos.
Posteriormente, a Igreja atribuiu-lhes o apelido de “Reis”, em virtude da aplicação liberal que se lhes fez do Salmo 71,10.

Belchior (ou Melchior) seria o representante da raça branca (europeia) e descenderia de Jafé.

Gaspar representaria a raça amarela (asiática) e seria descendente de Sem.

Baltasar representaria todos os de raça negra (africana) e descenderia de Cam.

Estavam assim representadas todas as raças bíblicas (e as únicas conhecidas na altura: os semitas, os jafetitas e camitas. Pode então dizer-se que a adoração dos Reis Magos ao Menino Jesus simboliza a homenagem de todos os homens na Terra ao Rei dos reis, mesmo os representantes do tronos, senhores da Terra, curvam-se perante Cristo, reconhecendo assim a sua divina realeza.

Nota: Jafé, Sem e Cam são os 3 filhos de Noé, que segundo o Antigo testamento representavam as 3 partes de mundo e as 3 raças que o povoavam naquele tempo.

O dia de Reis celebrava-se a 6 de Janeiro, partindo-se do princípio que foi neste dia que os Reis Magos chegaram finalmente junto ao Menino Jesus. Em alguns países é no dia 6 de Janeiro que se entregam os presentes.

Ao chegarem ao seu destino, os Reis Magos deram como presentes ao Menino Jesus:
• Ouro (oferecido por Belchior): este representa a Sua nobreza;
• Incenso (oferecido por Gaspar): representa a divindade de Jesus;
• Mirra (oferecido por Baltasar): a mirra é uma erva amarga e simbolizava o sofrimento que Cristo enfrentaria na Terra, enquanto salvador da Humanidade, também simbolizava Jesus enquanto homem.
Assim, os Reis Magos homenagearam Jesus como rei (ouro), como deus (incenso) e como homem (mirra).

Read Full Post »

« Newer Posts